ACESSIBILIDADE
VRSTI: 
Comissão Deliberativa que indicou o nome das principais ruas do centro de Santa Terezinha de Itaipu, Senhores: Áureo Eyng, Domingos Zanette, Fernandes Carlessi, Humberto Soletti, José Millioli, Julio Arenhart, Líbero Pasini (representado pelo seu filho Adilson Pasini), Olívio Buzanello e Santos Manente.

Nome da Rua Quem deu o Nome da Rua
IpêFernandes Carlessi
Rua Cabo Alifalis FreitasDomingos Zanette
Rua Renato MontemezzoHumberto Soletti
(A comissão aprovou como Rua das Flores)
Avenida 1º de maio (*)Irio Manganelli
Rua João XXIIIAdilson Pasini
Rua do MagistérioAureo Eyng
Avenida das NaçõesOlivio Buzanello
Rua dos ExpedicionáriosAdilson Pasini
Rua Venâncio SmaniaHumberto Soletti
Rua dos BandeirantesAdilson Pasini
Rua do CriciúmaOlivio Buzanello
Rua Ângelo Pedro DottoDomingos Zanette
(A comissão aprovou como Rua 25 de julho)
Rua Adolpho LollatoJulio Arenhart
Foi aprovou como Rua dos Presidentes
Rua Leonízio MagagninJosé Millioli
(A comissão aprovou Rua dos Comerciantes)
Rua Miguel SmackJosé Millioli
Rua dos EstudantesÁureo Eyng
Rua das ComunicaçõesOlivio Buzanello
Rua Padre BernardoSantos Manente
Avenida dos EstadosJulio Arenhart
Rua Alexandre VensonDomingos Zanette
Rua Manoel Moreira PenaÁureo Eyng
Rua Martin D”EstefaniDomingos Zanette
Rua Natal ManenteSantos Manente
Rua Mario MariotÁureo Eyng
Rua Afonso BendoOlivio Buzanello
(*) Avenida 1º de maioEm 1973, o nome da Rua 1º de maio jáexistia, e foi dada por Irio Manganelli que chegou em STI em 1952. Ele deu esse nome, porque em 1º de maio de 1952, foi aberta a primeira picada da Colonizadora Criciúma Ltda.

OBSERVAÇÕES:

1.    Outras ruas do centro somente tiveram seus nomes definidos após a emancipação política em 1982
2.    Os bairros e a cidade industrial não existiam naquela época.
3.    A reunião foi realizada em 1973 foi presidida pelo Sr. Domingos Zanette. O secretário da reunião foi o professor Áureo Eyng.
4.    A reunião foi realizada na sede da subprefeitura, atualmente Câmara Municipal.


BREVE HISTÓRICO DAS PESSOAS QUE DERAM OS NOMES DAS PRINCIPAIS RUAS DE SANTA TEREZINHA DE ITAIPU.


Adilson Pesini
Chegou em Santa Terezinha de Itaipu em 1957. É atualmente professor e auditor da Unioeste. Contador. Funcionário aposentado do Banco do Brasil. Reside atualmente em Foz do Iguaçu.

Áureo Eyng
Chegou em Santa Terezinha de Itaipu em 1958. Foi professor, diretor, inspetor e fundador de escolas e ginásios. Foi secretário da comissão de pró-emancipação de Santa Terezinha.

Domingos Zanetti
Chegou em Santa Terezinha de Itaipu em 1961. Foi subprefeito do distrito de Santa Terezinha de Itaipu de 1965 a 1975.

Fernandes Carlessi
Chegou em Santa Terezinha de Itaipu em 1954. Foi sócio da primeira industria de bebidas de Santa Terezinha de Itaipu instalada em 1955, guaraná “Bidu”. Hoje ainda existe a estrutura de concreto da caixa d’água da empresa às margens do Rio Tucano, no final da Rua 1º de maio e início da 1ª Linha.

Humberto Soletti
Chegou em Santa Terezinha de Itaipu em 1952. Foi empresário do transporte de ônibus. Foi dono do Hotel São Pedro, 1º hotel de Santa Terezinha de Itaipu.

Irio Manganelli
Chegou em Santa Terezinha de Itaipu em 1952. Ele deu o nome à Rua 1º de maio, porque em 1º de maio de 1952, foi feita uma primeira picada para abrir as ruas da colonizadora.

José Miliolli
Chegou em Santa Terezinha de Itaipu em 1953. Foi subprefeito de 1959 a 1961. Sócio do 1º escritório contábil com Aldivo Wegner. Foi o 1º subprefeito do distrito de STI que foi criado em 1959. Foi doador da imagem de São José para a capela da Vila São José.

Julio Arenhart
Chegou em Santa Terezinha de Itaipu em 1950. Motorista de táxi. Proprietário do Centro Comercial Luiz Bruno Arenhart. Comerciante no ramo de leite. Foi sócio-proprietário do loteamento Santa Mônica. Reside em Santa Terezinha de Itaipu.

Olivio Buzanello
Chegou em Santa Terezinha de Itaipu em 1959. Foi subprefeito de 1962 a 1964, e depois de 1975 a 1982. Foi vereador de 1982 a 1988.

Santos Manente
Chegou em STI em 1958. Foi o 1º alfaiate e dono do primeiro cinema de Santa Terezinha de Itaipu.